Devocional - Terça-feira 29/12/2020

Mais branco que a neve



Gosto de lembrar os invernos da minha infância e os jogos que jogávamos na neve. Não houve prazer igual, mas levou apenas algumas horas e a neve não era mais branca e brilhante, mas sim cinza suja. Que alegria descobrir na manhã seguinte que havia caído neve fresca, lindamente branca! Os bonecos de neve, as encostas do tobogã foram cobertos novamente. Foi puro deleite.

Que bela ilustração do perdão dos pecados! Nosso coração pode estar manchado por transgressões, mas se confessarmos, Jesus “cobre” tudo. Sua obra na cruz foi responsável por todos os nossos pecados: Ele carregou todos eles. Se os confessarmos a Deus, Ele nos perdoa, assim como um pai perdoa a seu filho, porque a obra de Cristo nos limpa, como a neve que cobre a paisagem.

Mesmo se tivermos certeza de que Deus nos perdoou, às vezes podemos achar difícil aceitar a perfeição da obra de Cristo e o perdão total de Deus, especialmente quando cometemos um pecado que, para nós, é sério. O apóstolo João afirma claramente, porém: “O sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado” ( 1 João 1: 7 ). Não existe uma lista negra de pecados que Deus não perdoaria ou pelos quais possamos nos redimir. Não é o caso de se sentir perdoado, mas de crer na promessa de Deus.

O diabo sempre procura nos condenar e amarrar nossos pecados sobre nós. Mas Deus perdoa; Ele nos liberta deles e não se lembra mais deles ( Hebreus 10:17 ).


Mike Dubletsy


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo