Devocional - Segunda-feira 28/12/2020

CONSOLO EM MEIO À PROVAÇÃO



Lança o teu cuidado sobre o SENHOR, e ele te susterá; não permitirá jamais que o justo seja abalado. (Salmo55:22)


Jamais chegaremos a uma situação na qual não poderemos nos dirigir a Deus. Se as circunstâncias e as dificuldades nos oprimem e tememos enfrentar o que está para vir, podemos contar tudo ao nosso grande Deus e Pai, que é Onipotente, Onisciente, cheio de amor e bondade.

O coração está oprimido por uma fraqueza pessoal e isto está sendo realmente uma grande carga? Então posso refugiar-me nas inesgotáveis ​​fontes de auxílio divino e compaixão, pois Ele é o “Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação”

(2 Coríntios 1: 3).


É o peso de uma consciência carregada, é a ciência de uma culpa que nos deprime? Podemos nos dirigir ao Deus de toda graça, que é rico em misericórdia.

Que consolo é que, mesmo nosso pecado não nos obstrui o caminho a Deus, pois a qualquer momento podemos ir a Ele com uma confissão sincera. A fé sabe que Deus é senhor sobre toda necessidade, fraqueza, pecado e perversão humanos. Ele está acima de tudo e é necessário para tudo, e quem O receber na fé, será levantado acima de todas as dificuldades e provações.

Feliz todo aquele que compreendeu que o crente pode se elevar num piscar de olhos das profundezas do desalento às fontes divinas de compaixão! Assim o fez Davi, quando foi vítima de um embaraço provocado por ele mesmo, levado em grande aflição em Ziclague. Ele encontrou de novo o caminho a Deus, cujo auxílio tinha provado tantas vezes. “Davi se fortaleceu no SENHOR seu Deus” (cf. 1 Samuel 30: 6), depois de ter se humilhado pela sua incredulidade. A comunhão com Deus foi restaurada.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo