Devocional - Segunda-feira 21/06/2021


Mas tu, Belém, Efrata, embora sejas pequena entre os milhares de Judá, de ti sairá a mim aquele que vai governar em Israel, cujas saídas são desde a antiguidade, desde a eternidade. Miquéias 5: 2 .



Houve uma agitação no palácio do Rei Herodes, o Grande: astrônomos do leste chegaram a Jerusalém e falaram do nascimento de um novo Rei dos Judeus

( Mateus 2: 1.2 ).

Herodes era de fato o rei nomeado por Roma sobre a Judéia, mas não tinha prova de descendência judaica. Ele era um edomita. Até então, seu reinado estava seguro; qualquer rival ao trono, incluindo três de seus próprios filhos, havia sido eliminado. Portanto, a reação de Herodes foi de consternação. Ele convocou as autoridades judaicas e perguntou-lhes onde o novo rei havia nascido. A resposta dos escribas foi bastante clara; foi derivado do versículo de hoje: “Em Belém da Judéia” ( Mateus 1: 5 ). Isso deixou Herodes ainda mais inquieto. Ele sabia que se esse novo rei fosse Cristo, o Messias prometido, então ele, como edomita, tinha bons motivos para temer.

Quem era este novo rei? Se Herodes tivesse lido as escrituras do Antigo Testamento com mais cuidado, ele teria notado que o patriarca Jacó havia falado de “Siló”, o Príncipe da paz ( Gênesis 49: 10 ). Muitos dos profetas de Israel haviam anunciado o Messias muito antes. E agora Ele tinha nascido em Belém. Suas “saídas são antigas, desde a eternidade”, pois Ele é o eterno Filho de Deus, que se fez homem. Por meio de Seu sofrimento e morte e por meio de Sua ressurreição, Ele fez paz para todos os crentes, paz para a consciência, paz com o Deus vivo.


Leitura de hoje: 1 Samuel 28: 15 - 25 · Colossenses 1: 12 - 23

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo