Devocional - Segunda-Feira 14/09/2020

GRAVIDADE DAS CONSEQUÊNCIAS



Todos sabem que o pecado traz consequências. Acontece que consequência é uma palavra simples e muito suave, mas pode representar desde pequenas contrariedades até grandes tragédias. Por exemplo, sabemos que dirigir em alta velocidade pode produzir multas. Entretanto, o efeito pode ser muito pior, causando a morte de muitas pessoas.

Assim, com uma visão reduzida de todas estas coisas, podemos ficar erroneamente tranquilos, enquanto caminhamos rapidamente para a desgraça. Foi o caso de Amnom, filho de Davi, que desejou sexualmente a própria irmã. Naquele ponto, ainda era possível desistir do pecado. Todavia, ele foi adiante e a estuprou. Por isso, foi assassinado por seu irmão, Absalão.

Enquanto o pecado é relativamente controlável, as consequências são implacáveis e incontidas. Portanto, o melhor a se fazer é evitar o mal, antes que venha o pior. Observa-se grande esforço dos homens para legalizar e normalizar o pecado. Depois, deseja-se também amenizar as consequências e as sequelas que o pecado deixa. Seria mais fácil ouvir a palavra de Deus e viver de acordo com ela.


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo