Devocional - Quinta-feira 01/04/2021

A graça de Deus que traz a salvação apareceu a todos os homens, ensinando-nos que, negando a impiedade e as concupiscências mundanas, devemos viver de maneira sóbria, justa e piedosa na era presente. Tito 2: 11.12


Os padrões morais de Deus permanecem inalterados, porque o próprio Deus não muda. “Você não terá outros deuses antes de mim. ... Você não deve matar. Não cometerás adultério. Você não deve roubar. ... Você não deve cobiçar a esposa do seu vizinho. ...

( Êxodo 20: 1-17 ).

Nosso Criador pode legitimamente fazer essas exigências de nós.

Durante séculos, esses princípios morais serviram de base para a legislação na Europa. Hoje, porém, Deus é amplamente ignorado; ou a humanidade decide, independentemente de Deus, o que é bom ou mau. Então, aconteceu que tanto que Deus designa como mal na Bíblia é tolerado ou mesmo encorajado.

Os cristãos que são guiados pela Bíblia certamente não obrigarão outros a viver de acordo com os princípios cristãos que eles próprios defendem. Ao contrário, no entanto, o fato de que os tribunais e outras autoridades muitas vezes pressionam as famílias cristãs a aderirem a coisas que sua consciência não permite é um motivo de preocupação.

Como devemos viver em tal situação? Primeiro devemos aceitar a “graça de Deus que traz a salvação”. Assim, obtemos o perdão de nossos pecados e uma nova vida por meio de Jesus Cristo. Então, essa mesma graça nos ensina a viver sobriamente em uma esfera pessoal, de maneira justa em nosso trato com os outros e piedoso em nosso relacionamento com o próprio Deus, especialmente por nos recusarmos a transigir em assuntos nos quais a Palavra de Deus é clara e específica.


Leitura de hoje: Deuteronômio 17: 8 - 20 · Mateus 27: 11 - 26

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo